Quinta-feira, 2 de Abril de 2009

As aventuras parvas do meu gato Distraxa

     Bem, esta história não é de aventura, é da minha preocupação com ele.

     Então foi assim que aconteceu:

 

     Eu e a minha tia fomos comprar o almoço, quando voltamos posemos a lasanha no forno.Quando estava tudo pronto e iamos para a mesa, o Duarte (o meu irmão) ligou-me do telemovel, eu atendi e ele foi logo á bruta:

     -Ó Sofia, tu vieste a casa?

     Eu respondi:

     -Não.

     -Tens a certeza?- interrogou ele outra vez .

     -Eu sei a da minha vida, OK ?

     -É que eu, não encontro o gato, acho que fugiu.

     Ouvindo aquilo, dito daquela maneira tão insensível mas preocupada, desatei a chorar, a minha tia a perguntar-me o que é que eu tinha, passei--lhe o telefone, dizendo-lhe:

     - Ó tia o meu gato fugiu.-disse eu gemendo e caindo num monte de tristeza em cima do chão.

     Ela disse para ele procurar melhor, para ver em todo o lado, e para ele telefonar do fixo.

     Nem a minha tia conseguia ligar para a minha casa, pois também estava aflita.

     A minha tia disse-me que iamos procurar o gato por todo o lado.

     Passado um 1 minuto de desespero para mim, ele telefonou outra vez, a minha tia atendeu, e o Duarte disse-lhe que já o tinha encontrado, e que estava debaixo dos lençois do quarto da minha mãe. E desligou.

     Ela virou-se para mim e disse:

     -Ele já apareceu, acalma-te.- pegando em mim e aconchegando-me a ela.

     Mas eu não conseguia, com o susto.

     Passado um pouco, acalmei-me e começamos a comer, a tia vendo-me ainda a soluçar, ligou outra vez para o meu irmão, pedindo-lhe:

     -Nunca mais voltes a ligar á Sofia a dar-lhe uma noticia dessas. Primeiro falas comigo e depois quando tiveres a certeza comunicamos-lhe. Ah! Já agora a dona Conceição está aí?

     -Está.- disse ele.

     -Então ela que tenha cuidado e não abra a porta nem as janelas, não vá  o gato fugir. Nem calculas como a Sofia ficou.

     Mas hoje, estou anciosa por chegar a casa, e abraçar e cuidar do meu gato.

    

E foi assim um dos meus maiores sustos com o meu gato Distraxa.

Isto é serviu para mostrar a mim e a todos o quanto ficamos tristes se perdermos os nossos animais, se é que gostamos muito deles. Por isso tenham cuidado com os vossos animais.

 

 

                                                                                                                                               História nº3

 

 

Arquivo de Fotografias - pessoa,  descansar,cabeça,  contra,clasped,  mãos.fotosearch - buscade fotos, imagense clipart

 

 

sinto-me: Assustada
publicado por The Flags às 19:35
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Maria Araújo a 3 de Abril de 2009 às 23:01
Sofia contaste muito bem a história verídica do teu gato.
Eu também fiquei muito preocupada.
Mas o Distraxa está bem. Ele é um grande malandro.
Bj


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. A foto do meu gato

. As aventuras parvas do me...

. S.Valentim

. Feliz Natal

. Happy Animalloween

. O suricata

. A morsa

. Abra

. Design de animais

. O Cavalo

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds